abril 21, 2011

5° Feira Internacional de Artesanato - " Os bonecos do Mundo"

Percorrendo a 5° Feira Internacional de Negócios do Artesanato,  não imaginei poder estar próximo dos cinco continentes no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. A Finnar – Feira Internacional do Artesanato. Representantes de vários países e estados brasileiros presentes em um único lugar. Ontem e hoje, o público compareceu lotando os estandes e apreciando as oficinas oferecidas de reciclagem de panos e jornais a cada hora.
Um artesanato diversificado e rico trazendo de cada canto do planeta, artigos de moda, gastronomia, acessórios e artigos de decoração que valeu a pena conhecer por mero acaso.


Rendeira Nilda Romeiro e o italiano Luciano

O stand “Mulheres da Villa” de Belo Horizonte (MG), tem como objetivo resgatar costumes de suas avós. Um ponto de encontro que reúne cinco comunidades carentes de BH, nesse ponto eles deram um pequeno nó. Deste nó foi dado um laço, depois do laço um abraço. O artesanato é produzido coletivamente no espírito da Economia Popular Solidária (EPS) e na força e sensibilidade dessas mulheres. Direto da Vila Apolônia e Vespasiano – Belo Horizonte.

Outros stands oferecem de tudo um pouco, artesanato grego, indiano, egípcio, romano, africano, brasileiro e de todas as Américas. Até o dia 24 de abril é possível visitar, conhecer e adquirir produtos diferenciados nesta feira internacional.
Mahi Deme e Tala demonstrando máscaras colecionadas em tribos africanas
Ganhei de presente do Tala, angolano,  (com a camisa amarela), uma máscara de uma Deusa que oferece proteção conhecida como Akwba, peça da tribo Guro que fica localizada na costa de Ivory, muito próximo à Johanesburgo no sul da África. “Eu presenteio essa mascara para que você tenha proteção em sua profissão e orientação para receber o melhor amor de todos, aquele que terá seus filhos e quando tiver, mantenha a máscara no quarto dos seus filhos”, diz Tala sem saber se tenho filhos ou necessito de proteção na área jornalística. Recebi o presente de coração aberto.

Fotos: Flávio Serra

Nenhum comentário:

Arquivo do blog