setembro 18, 2014

Aos Leitores: meu atestado médico



São Paulo tá ficando complicado: mudanças bruscas de temperatura, acumulo de poluição, baixa umidade do ar, falta de chuva e, por que não dizer, falta de água. Essas complicações tornam o organismo aberto às gripes e resfriados. Além de alergias respiratórias.

Ontem senti que meu corpo reclamava de algo, me pedia para reduzir a marcha. Fiquei em repouso, mesmo com minha filhinha precisando da minha atenção. Tanto que não estava ao lado dela quando caiu e machucou sua boquinha.

Gripes e resfriados são bem parecidos. A grande diferença fica por conta da intensidade dos sintomas. A gripe é causada pelo vírus Influenza, enquanto o resfriado por outros tipos de vírus. Eles podem provocar coriza, tosse, febre baixa e dor de cabeça. Já a gripe, além de causar esses sintomas com maior intensidade, também pode causar dor muscular, dor de garganta, mal-estar e congestão nasal.

Hoje minha esposa ficou para me ajudar e ficar com nossa filha. Ela é ótima, faz de tudo para nos ter bem ao lado dela. Tem muita paciência com seu marido, que nas pequenas gripes descarrilha sobre ela um trem de bobagem, e a filhinha arranha ela a cada meia hora.

Como tratar?

  • Nariz Entupido  (Filme recomendado: Harry Porter - onde Voldemort aparece)

Fazer inalação com soro fisiológico, além de lavar as narinas com esse produto, ajuda bastante. Ligar o chuveiro, deixar o banheiro repleto de vapor e respirar esse ar também traz alívio. Em último caso, há remédios que podem ser recomendados pelo médico que desobstruem as vias nasais. 

  • Tosse ( Filme recomendado: Virus e Melhor Impossível)

Esse é um mecanismo natural do organismo para eliminar as secreções que ficam acumuladas no sistema respiratório. Contudo, se ela está incomodando demais, pode ser combatida com xaropes (peça indicação ao médico) e até com a popular colher de mel com gotas de limão. Tomar muito líquido é bem importante, porque isso ajuda a fluidificar as secreções, facilitando sua eliminação

  • Dor de garganta (Filme sugerido : Central do Brasil)

Muitas vezes ela ocorre porque a pessoa está respirando pela boca, o que provoca o ressecamento da mucosa da garganta e, conseqüentemente, a dor. Um médico pode receitar pastilhas para alívio local e, caso necessário, analgésicos e anti-inflamatórios. Se a dor for causada por excesso de tosse, que irrita a garganta, é interessante evitar alimentos ácidos, como frutas (laranja, limão, abacaxi) e tomate, além de refrigerantes, pois o gás também piora o desconforto

  • Dor no corpo (Filme sugerido: Paixão de Cristo)

Faça repouso, pois o desgaste muscular só piora o quadro. O uso de analgésicos é recomendado

  • Dor de cabeça e olhos (Filme sugerido: Laranja Mecânica)

O descanso e o uso de analgésicos são suficientes para aliviá-la

  • Os riscos da febre (Filme sugerido: A Espera de um Milagre)

Ela deve ser tratada a partir de 37,8º C. Banhos mornos ajudam a baixar a temperatura. Se necessário, é possível recorrer aos antitérmicos. Febres muito altas podem provocar enorme indisposição, dor no corpo, mal-estar e ainda facilitar a desidratação. A partir de 40º C podem causar convulsões, daí a importância de ficar atenta à evolução da temperatura corporal.

Uma vez por ano ela me pega sem permissão, me deixando impotente pra tudo. São 6 dias de pura inercia. Se em São Paulo tá desse jeito, imagine Brasília!!!





Nenhum comentário:

Arquivo do blog